Oficinas e Professores

Maestro Convidado e Coordenação do Evento

MAESTRO ROBERTO FARIAS
Oficina de Regência e Regente do Encontro

Ligado às iniciativas musicais da Cidade de Cubatão (SP), sua terra natal, iniciou seus estudos musicais aos sete anos de idade e aos onze já produzia os seus primeiros arranjos para banda, tornando-se assistente de seu professor.

Na década de 1970 foi idealizador da Banda Musical “Afonso Schmidt”, dando origem a atual Banda Sinfônica de Cubatão. Foi Regente titular e diretor artístico da Orquestra Sinfônica de Santos (1983-1992), do Coral Petrobrás-RPBC (1987-1992). Foi o responsável pelo seu projeto de profissionalização, consolidado em 1989, sendo o seu regente titular até o ano de 2000.

É formado pela Faculdade Música de Santos, onde mais tarde assumiu as cadeiras de Literatura Instrumental, Apreciação Musical e Instrumento Superior, estudou Regência com o maestro alemão Paul Bernard, tendo frequentado classes de renomados mestres como William Nichols, Gerard Devos, Fábio Mechetti e o célebre Eleazar de Carvalho.

Foi Professor de Regência Orquestral do Centro de Estudos Musicais Tom Jobim (a antiga Universidade Livre de Música), atuou como Professor de Regência e Prática de Banda Sinfônica nos mais importantes festivais de música do país, entre eles, o Festival de Inverno de Campos do Jordão, Festival de Música de Londrina, Oficina de Música de Curitiba, Curso Internacional de Verão de Brasília, Festival de Inverno de Antonina – PR e Painel FUNARTE para instrumentistas e regentes de bandas.

Entre os seus prêmios, destacam-se: Regente do Ano – 1981, Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, Prêmio APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte (1990), Prêmio Banespa de Música – Destaque Internacional (1993), Mérito Cultural Afonso Schmidt (1994), Prêmio Carlos Gomes (1997).

Em 2022, foi agraciado com o título de Comendador pela Associação Mérito Cultural Carlos Gomes e com a Medalha: Cinquentenário das Forças de Paz do Brasil, pela Associação Brasileira das Forças Internacionais da Paz.

Desde 2005 atua como Coordenador dos Grupos Artísticos Oficiais de Cubatão e em 2017 assumiu a Direção Artística do METAL ARTE – Quinteto de Metais e em 2018, a direção artística da BANDA SINFÔNICA PAULISTA. É também, desde 2018, docente de Pós-Graduação na ALPHA CURSOS-FACEC.

MAESTRO HENRIQUE SIDERIO
Coordenador Artístico-pedagógico

Nascido em 14 de julho de 1992, natural de Santo André - SP, iniciou seus estudos na música em 2002, aos 10 anos de idade, com o maestro e professor Oseas Santana na Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Mauá – SP. Estudou Eufônio com o professor Alex Oliveira e também na Escola de Música do Estado de São Paulo – EMESP (antiga Universidade Livre de Música - ULM), no curso de Eufônio Erudito, com o professor Ezequiel Oliveira. Ainda na EMESP, estudou também com os professores Rodrigo Lima, Camila Bonfim, Hermes Jacchieri, entre outros.

Como músico, teve a oportunidade atuar em concertos com grandes solistas como Darcio Gianelli, Nicolay Alipiev, Alexandre Ficarelli, Sergio Coutinho, dentre outros, junto à Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo (músico convidado, 2009 e 2010). No Exército Brasileiro, foi aprovado como eufonista no Exame de Comprovação de Habilidade Musical (2011) e posteriormente como trombonista, em novo processo seletivo (2017), ambos na Banda de Música do 2º Batalhão de Polícia do Exército, tendo também sido nomeado Instrutor do Estágio Básico de Cabo Músico Temporário após sua promoção à graduação de 3º Sargento. Na Polícia Militar do Estado de São Paulo, foi aprovado no Exame de Qualificação Técnico Musical (2018), como Eufonista. Desde 2019 atua como 1º Trombone da X - Jazz Orchestra.

Como maestro, é regente assistente da Orquestra da IEAD em Mauá (sede) desde 2015, regente titular dos tradicionais Musicais de Natal realizados com Coro e Orquestra da IEAD em Mauá (Sede) também desde 2015, foi regente assistente do Projeto “Orquestra da Assembleia de Deus na Cidade” em 2017 e regente titular da Banda Regimental da Escola Superior de Soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo no edital 2017/2018. Participou do 1º Seminário Modular de Regência Orquestral – MUSICAD, tendo participado também como ouvinte de master classes de regência com os maestros Giancarlo Guerrero, Marin Alsop, entre outros. Realizou cursos para regentes de grupos musicais e também cursos na área de formação para educadores musicais pelo Projeto Orquestrando São Paulo e pela Fundação OSESP.

Em 22 de novembro de 2021, data em que se comemora o Dia do Músico, foi condecorado com a Medalha: Mérito do Músico Militar - Capitão Franklin, pela Diretoria da Consultoria Nacional de Outorgas - CNO.

É coautor Volume I e autor dos Volumes II e III do Método: Teoria Musical Básica, material didático adotado no Programa de Teoria Musical do Curso Livre de Música. Estudou regência com o maestro e professor Roberto Farias, é licenciado em Música, pós-graduado (“Lato Sensu”) em Docência Superior e atualmente é Coordenador Artístico-pedagógico da Escola de Música da ABEDABE.

Preletor Convidado

GILBERTO MASSAMBANI
Preletor

Natural de São Paulo – SP, iniciou seus estudos musicais com seu pai, o Maestro Azor Massambani. Estudou Trombone de Vara com o Professor Gilberto Gagliardi. Estudou Violoncelo com os Professores: Luiz Varolli, Frederico Capella e Iberê Gomes Grosso.

É diplomado em Violoncelo pelo Conservatório Musical Heitor Villa-Lobos, foi membro fundador da Orquestra Sinfônica Jovem Municipal de São Paulo, tendo participado de diversos grupos de Violoncelos em São Paulo e Rio de Janeiro.

Integrou diversas Orquestras, dentre as quais destacam-se: Orquestra de Câmara de São Paulo, Orquestra de Câmara Lestro Harmônico, Orquestra Sinfônica Municipal, Orquestra Sinfônica Brasileira, dentre outras.

Estudou regência com os Maestros Isaac Karabtchevsky e Eleazar de Carvalho. Atuou como Regente da Camerata Paulistana, composta por Professores do Teatro Municipal de São Paulo, tendo gravado a Suíte Aquática de Handel para a série “Os Grandes Concertos” da TV Cultura de São Paulo.

Foi Diretor Artístico da Orquestra Filarmônica Jahn Sorheim (Assembleia de Deus do Belenzinho – SP), na qual, a convite da WARNER & CO. – Divisão do Brasil, gravou um CD com repertório Orquestral Sacro. Dirigiu também a Orquestra de Cordas no Projeto “Ser Humano esse Gigante”, da Guarda Mirim de Amparo – SP.

Professores Convidados

Paulo Galvão Filho
Cordas

Iniciou seus estudos musicais com seu pai aos 7 anos de idade, tocando violino até os 12 anos, quando então trocou o violino pela Flauta Transversal. Aos 18 anos retomou os estudos de violino e aos 19 anos ingressou na Orquestra Sinfônica Heliópolis, no Instituto Baccarelli.

Aos 20 anos foi integrante da Orquestra Experimental de Repertório, onde dois anos mais tarde se tornou monitor (chefe de naipe) dos segundos violinos. Concomitantemente iniciou seus estudos de regência com o maestro Roberto Tibiriçá. Mais tarde passou a ter aulas com o maestro Carlos Moreno, onde teve a oportunidade de reger a Orquestra Experimental de Repertório em 3 (três) concertos de câmara na Praça das Artes.

Aos 22 anos ingressou como violinista na Academia de Música da OSUSP e aos 23 anos na Academia de Música da OSESP, tendo oportunidade de tocar nas duas orquestras e até hoje é convidado para tocar em eventuais concertos. Mais tarde ingressou no curso de regência da Academia da OSESP, tendo a oportunidade de reger a própria OSESP em duas masterclasses.

Em 2019 participou como maestro preparador em um concerto com a OSUSP e no mesmo ano ingressou nas masterclasses de regência do professor Cláudio Cruz, com quem também passou a estudar violino. Já regeu a Orquestra Jovem do Estado, OSUSP, OSESP, entre outras. Se apresentou no palco da Sala São Paulo, Teatro São Pedro, Auditório Cláudio Santoro, Auditório do Ibirapuera, Teatro Bradesco, entre outros. Atualmente é maestro preparador no Instituto Baccarelli e integrante do quarteto Aporá.

Camila Vieira
Flauta Transversal

Diplomada em Flauta Transversal pelo Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” de Tatuí, Técnica em Instrumento Musical pela ETEC de Artes de São Paulo em parceria com o Conservatório de Tatuí e Licenciada em Educação Musical pela UNIMES (Universidade Metropolitana de Santos).

Tocou na Banda Sinfônica Jovem do Conservatório de Tatuí, sob regência do Maestro José Antonio Pereira. Na área camerística, ganhou em segundo lugar o IV Prêmio Incentivo à Música de Câmera pelo Conservatório de Tatuí/Emesp, com o Grupo Ethos, sendo destaque e recebendo menção honrosa. Em 2015 e 2016 ministrou aulas no curso de Flauta Transversal na Escola de Música Hugo Bellezia, em Itapeva/SP.

Como solista, atuou junto aos seguintes grupos: Orquestra Sinfônica Jovem de Tatuí, Banda Lira Itapevense, “Primeiro Lira Festival” e também com a Banda Sinfônica do Exército Brasileiro.

Foi ganhadora do "Concurso Jovens Solistas 2018" da Orquestra Jovem Municipal de São Paulo, solando com a mesma, sob a regência da maestrina Érica Hindrikson e em 2019 foi uma das selecionadas para o Programa Prelúdio da TV Cultura, participando na terceira eliminatória.

Atualmente é pós-granduanda em Neurociência Aplicada à Educação na FMU de São Paulo, estuda na Emesp na classe da professora Sarah Hornsby e é Flautista na Banda Sinfônica do Exército Brasileiro e SP Pops Symphonyc Band.

Cristiano Carvalho
Clarinete

Natural de Mogi das Cruzes - SP, possui vasta experiência profissional em Musicais, gravações de Reeds, realização de programas culturais, festivais de música, encontros e cursos da área musical e teatral na atuação com diversos profissionais e professores da área.

Diplomado em Clarinete pela Universidade Livre de Música (atual EMESP), é Licenciando em Artes Visuais e também é formado em Pedagogia.

É Pós-graduado em Educação Musical, em Gestão Escolar e em Metodologia do Ensino de Arte. É Técnico em Regência e estudou ainda nas seguintes instituições de ensino musical: Escola de Música do Estado de São Paulo - EMESP e Escola Municipal de Música de São Paulo - EMM.

Como músico atuou em diversos Musicais famosos, dentre os quais, destacam-se: "Les Miserables" (Os Miseráveis), no Teatro Renault; Ópera Carmen, de Georges Bizet; Ópera "La Traviata", com a Orquestra de Ópera de Jacareí; e, "Chaplin, o Musical", em uma Produção de Claudia Raia.

Atuou ainda como Clarinetista na Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, na Banda Sinfônica Escolar da Prefeitura de Mogi das Cruzes, na Banda Sinfônica de Mogi das Cruzes, na Banda de Música do Comando Militar do Sudeste (2º Batalhão de Polícia do Exército), tendo também atuado como solista junto à Banda Sinfônica Paulista na estreia mundial de uma peça para Clarinete e Banda, de autoria de Ricardo Silva. Atualmente trabalha em Projetos Educacionais de Música e está participando do Musical "Chicago", em Cartaz no Teatro Santander, em São Paulo - SP.

Marcio Fortunato
Saxofone

Iniciou seus estudos de Música em 1997, aos 15 anos de idade. Diplomado em Saxofone pela Escola Casa da Música (2001), também estudou Saxofone na Fundação das Artes de São Caetano do Sul (2017 - 2021).

Participou de diversos Masterclasses e Workshops, dentre os quais, destacam-se: Workshop de Saxofone - Linguagem e Sonoridade, com Elias Coutinho, na Escola de Música do Estado de São Paulo - EMESP, em um evento da Barkley Mouthpieces; Workshop de Saxofone - Linguagem e Improvisação, com Josué Lopes; Masterclass de Saxofone, com Branford Marsalis, em evento promovido pelo SESC - SP.

Dentre os grupos instrumentais que participou, cabe destacar: a Big Band do Centro Cultural Taboão, sob a direção do Maestro Alailtom Assumpção, a Big Band da Escola Municipal de Música de São Paulo - EMM, sob a direção do Maestro Jorge Salim, e a Big Band do baixista Zerró Santos.

Como professor de Saxofone, atuou junto à Escola Moonlight (2009), na Associação Sheikinah (2009 - 2011), na Escola Casa da Música (2011 - 2020).

Ainda sobre sua atuação profissional, participou de diversos grupos instrumentais, bem como da gravação de diversos CDs de Música Gospel como integrante de trios de metais e também como solista. Atuou em turnês artísticas no período de 2010 a 2015. Tem atuado como orientador em projetos sociais e desde 2019 atua como 1º Saxofone Alto da X - Jazz Orchestra.

Oséias de Souza
Trompa

Diplomado em Trompa pelo Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” de Tatuí, na classe do professor Joaquim Antônio das dores e licenciado em Música pela UNIMES (Universidade Metropolitana de Santos).

Como trompista atuou em diversos grupos musicais, dentre os eles: Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí, Orquestra Sinfônica Ribeirão Preto, Orquestra Sinfônica de Indaiatuba, Orquestra Sinfônica de Ourinhos, Orquestra Sinfônica de São Bernardo do Campo e Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí.

Participou diversos Masterclass com professores renomados como Will Sanders, Luiz Garcia, Cris Castellanos e Samuel Hamzem, dentre outros.

Atualmente é Professor no Projeto Locomotiva e Trompista na Orquestra Filarmônica SENAI - SP.

Marcos Motta
Trompete

Trompetista brasileiro natural de São Paulo, iniciou seus estudos musicais aos sete anos na igreja Evangélica Assembléia de Deus e foi aluno de Paul Mitchell. Nos Estados Unidos, teve como professores Michael Payton (Kinhaven Music School Program in Weston), e Lawrence Wright (Moravian College Music Institute). Concluiu o bacharelado pela faculdade Mozarteum de São Paulo.

Desde junho de 2021, ocupa a cadeira de Trompete Utility da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp). De 2011 a 2021 foi primeiro trompete da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo. Recentemente fez parte do corpo de artistas convidados no Trumpet Jazz Festival 2018, São Paulo Brass Week 2019 e Associação Brasileira de Trompetistas 2019.

Aprovado em concurso atuou na temporada 2008/2009 da OSESP. Foi ainda membro da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, das Orquestras Filarmônica de São Bernardo do Campo, Nova Filarmônica de São Paulo, Sinfônica de Santo André e Sinfonia Cultura. Atuou como primeiro trompete na temporada brasileira do musical da Broadway My Fair Lady, e em 2010 fez parte da Companhia Brasileira de Ópera, sob a direção do maestro John Neschling.

Como solista, apresentou-se à frente da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, da Sinfonia Cultura (Orquestra da Rádio e TV Cultura), da Orquestra de Câmara da Unesp, da Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, da Orquestra Sinfônica de Santa Maria , da Banda da Base Aérea de Santa Maria e da Orquestra Sinfônica da Unicamp. Marcos Motta é artista “Thein”.

Reginaldo Thimoteo
Trombone

Doutorando em Musicologia pelo Instituto de Artes da UNESP e Mestre em Práticas Interpretativas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro UFRJ. Atua como primeiro trombone na Orquestra Municipal de Santos e professor de trombone, metais graves e prática de banda no Programa Guri Santa Marcelina. Como primeiro trombone (alto) atuou junto ao Coral Paulistano Mário de Andrade - THMSP / Camerata Paulistana realizando o ciclo de Missas de Mozart, Oratórios de Handel e Haydn.

Tem sido professor convidado de trombone e prática banda no Festival Eleazar de Carvalho em Fortaleza - CE. Como musico convidado atuou nos seguintes grupos orquestrais: Orquestra Sinfônica de Santo André, Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, Orquestra Sinfônica do Teatro São Pedro, Bachiana Filarmônica e os Musicais da Broadway: Um Violinista no Telhado e Cabaret.

Especializou-se nos principais festivais de música do país como Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão - SP, Femusc - SC, Oficina de Música de Curitiba - PR, Encontros da Associação Brasileira de Trombonistas, Projeto Bone SP e internacionais como Trombonanza - ARG e Latzch Trombone Festival - DEU.

Ao longo de sua formação como trombonista participou de master classes com professores, Darcio Gianelli BRA, Wagner Polistchuk - BRA, Darrin Milling - USA, Carl Lenth - USA, Petur Ericksoon - ISL, Ben van Dijk - NLD, Massimo La Rosa - ITA, Scott Hartman - USA, Chris Houlding - GBR, Pablo Fenoglio - ARG. Em sua formação como regente participou de seminários com os Maestros João Wilson Faustini - BRA, Samuel Kerr - BRA, Mônica Giardini - BRA, Laszlo Marosi - HUN e George Stelluto - USA.

Tem contribuído com artigos e comunicações nas programações do Simpósio Villa-Lobos ECA/USP- SP, Revista Brasileira de Música (RBM), Simpósio Villa-Lobos – RJ, Associação Brasileira de Trombonistas (ABT) e Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical (CESEM) – Portugal.

Thiago Stampini
Eufônio e Tuba

Iniciou os estudos na área da música aos 11 anos em 1998 na Banda Marcial Lyra de Mauá. Estudou Eufônio nas seguintes instituições de ensino musical: Universidade Livre de Música - ULM (2001), Escola Municipal de Música de São Paulo - EMM (2003) e foi Diplomado em Eufônio Avançado pela Escola de Música do Estado de São Paulo - EMESP.

Atuou em grupos jovens e profissionais, dentre eles: Banda Sinfônica Jovem do Estado de SP 2003- 2009, Banda Municipal de Ribeirão Pires 2003, Banda Municipal de Santo André 2002- 2009, Banda Sinfônica do Estado de São Paulo (músico convidado) 2005, 2006 e 2007, Banda do Comando Militar do Sudeste 4°BIL de 2009 a 2016.

Foi vencedor do concurso Jovens Solistas da Banda Sinfônica Jovem do Estado de SP em 2003. Participou do Grupo Metais São Paulo: 2003 - 2005 atuando junto com Músicos da Osesp e Teatro Municipal de SP. Participou ainda do Quarteto Euphonia, grupo com o qual gravou um CD no ano de 2003.

Atualmente vem atuando em grupos cerimoniais e eventos no grande ABC e grande São Paulo, é integrante da Orquestra da Assembleia de Deus - Mauá (Sede) e Professor de Trombone na Escola de Música da ABEDABE.

Proposta das Oficinas

Oficina de Regência - Masterclass

Responsável pela Oficina: Professor e Maestro Roberto Farias

Conteúdo Programático:

1) A Arte da Regência - Conceitos e Aplicação;

2) Técnica de Regência - Escolas, Padrões de Gestos e Performance;

3) Repertório - Seleção e Análise;

4) Planejamento e Dinâmica de Ensaio;

5) Música na Igreja.

Oficina de Cordas - Workshop

Responsável pela Oficina: Professor Paulo Galvão

Conteúdo Programático:

1) Posicionamento do corpo nos instrumentos de cordas

2) Execução coletiva de arranjo simplificado contendo as seguintes técnicas a serem demonstradas e explanadas:
a) Detachê
b) Martelê
c) Spiccato
d) Pizzicato
e) Sul Tasto
f) Sul Ponticelo
g) Col Legno
h) Dinâmicas (Várias formas de fazer dinâmicas variando a Pressão, Ponto de Contato e Velocidade do Arco)
i) Técnica de Conjunto (como tocar em conjunto, procurando unificar a sonoridade no naipe de Cordas)

3) Encerramento

Oficina de Flauta Transversal - Masterclass

Responsável pela Oficina: Professora Camila Vieira

Conteúdo Programático:

1) Aquecimento
a) Alongamento
b) Respiração

2) Sonoridade
a) Bocal
b) Postura

3) Rotina de estudos
a) Som
b) Técnica
c) Repertório

4) Encerramento
- Participação dos alunos tocando uma peça ou estudo (opcional)
- Retirada de dúvidas

Oficina de Clarinete - Workshop

Responsável pela Oficina: Professor Cristiano Carvalho

Conteúdo Programático:

1) Respiração e Embocadura

2) Técnica de Leitura e Dedilhado

3) Estudo dirigido à Performance

4) Preparação para a Música Sacra

5) Abordagem sobre Coral de Clarinetes

Oficina de Saxofone - Masterclass

Responsável pela Oficina: Professor Marcio Fortunato

Conteúdo Programático:

1) Desenrolando os dedos: Exercícios técnicos nas tonalidades Maiores e menores;

2) Sonoridade: Liberando o Som com a Série Harmônica;

3) Naipe e Linguagem (falando a mesma língua): Tocando em naipe com equilíbrio;

4) Encerramento.

Oficina de Trompa - Workshop

Responsável pela Oficina: Professor Oséias de Souza

Conteúdo Programático:

1)
Aquecimento coletivo;

2) História da Trompa;

3) Conhecendo o Instrumento e seu uso correto;

4) Flexibilidade;

5) Leitura e Execução de Repertório proposto pelos participantes (opcional).

Oficina de Trompete - Masterclass

Responsável pela Oficina: Professor Marcos Motta

Conteúdo Programático:

Fundamentos:

a) Respiração;

b) Articulação;

c) Flexibilidade;

d) Escalas;

e) Arpeggios;

f) Intervalos.

Oficina de Trombone - Masterclass

Responsável pela Oficina: Professor Reginaldo Thimoteo

Conteúdo Programático:

Pretende-se discutir e trabalhar os conceitos basilares da técnica do instrumento como postura, aquecimento, execução, repertório solo e música de câmara de acordo com o nível de conhecimento dos participantes.

Oficina de Eufônio e Tuba - Workshop

Responsável pela Oficina: Professor Thiago Stampini

Conteúdo Programático:

1) Aquecimento:
a) Alongamento corporal;
b) Respiração;
c) Vibração dos lábios no Bocal (abelhinha).

2) Rotina de estudos diários:
a) Escalas;
b) Staccato;
c) Flexibilidade.

3) Repertório:
a) Apresentação de eufônio executado pelo Professor;
b) Apresentação dos participantes de uma peça ou estudo de Livre escolha (opcional).

4) Encerramento da Oficina matinal:
a) Perguntas /Duvidas;
b) Apresentação da Classe – Duetos/Quartetos.

Realização:



Apoio: